Raul Seixas foi o artista homenageado pelo evento Mar de Culturas, da Globo, em 23 de agosto na Fundição Progresso, no Rio.

No espaço da Fundição Progresso, na região central do Rio, rolou um bate-papo sobre o legado deixado pelo cantor e compositor. Mediado pelo jornalista e apresentador Guilherme Guedes contar com a presença de Kika Seixas, produtora e ex-mulher de Raul Seixas, do escritor, músico, compositor e fundador do fã clube oficial do artista, Sylvio Passos, e Toninho Buda, amigo de Raul e estudioso de temas esotéricos, religiosos e polítocos na obra do Maluco Beleza.

A participação musical ficou por conta de Rick Ferreira, guitarrista considerado “fiel escudeiro” de Raul Seixas, que fez um show tributo interpretando os sucessos “Quando acabar o maluco sou eu”, “Gita”, “Carpinteiro do universo”, “Ouro de tolo”, “Sociedade alternativa” e “Maluco beleza”.

Mar de Culturas: homenagem a Raul Seixas na Fundição Progresso
Bate-papo contou com a participação de Guilherme Guedes, Kika Seixas, Sylvio Passos, Rick Ferreira e Toninho Buda.
https://globoplay.globo.com/v/7029692/
Rede Globo – Homenagem a Raul Seixas – Mar de Culturas – Fundição Progresso, Rio

Anúncios

Em 10 de dezembro de 1973, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, acontecia o show O Banquete dos Mendigos em homenagem aos 25 anos daDeclaração Universal dos Direitos Humanos um encontro histórico com artistas brasileiros entre eles, Raul Seixas.

Com produção de Jards Macalé e Xico Chaves, além de Raul, estavam presentes no evento Chico Buarque e MPB 4, Gal Costa, Jorge Mautner, Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Dominguinhos, Luiz Melodia, Edu Lobo, Pedro dos Santos, Johnny Alf, Soma e Edison Machado. Foi lá, inclusive, que Chico Buarque cantou pela primeira vez em público a polêmica “Jorge Maravilha”, provavelmente o maior rock n’ roll que Chico já gravou em sua vida.

Pela primeira vez em LP 180gr fabricado na Argentina com prensas da alemã Newbilt Machinery um documento histórico para fãs, pesquisadores e colecionadores, a íntegra do showDireitos Humanos no Banquete dos Mendigos“, os registros integrais direto dos tapes originais, guardados por Macalé por 40 anos – até serem finalmente revisitados para este projeto único em edição limitadíssima.

Raul Seixas aparece no volume 3 da coleção e toma conta de todo o Lado A do LP. O Lado B abre com um raro registro do Grupo Soma, banda de puro rock and roll Inglês que teve o cantor Ritchie entre seus integrantes e fecha com o genial Chico Buarque acompanhado do MPB-4. Veja abaixo o repertório completo do Volume 3.

SHOW DIREITOS HUMANOS NO BANQUETE DOS MENDIGOS VOL. 3
Lado A
1. Medley – Raul Seixas
a) Al Capone (Raul Seixas – Paulo Coelho)
b) Prelúdio (Raul Seixas)
2. Cachorro Urubu (Raul Seixas – Paulo Coelho) – Raul Seixas
3. Ouro de Tolo (Raul Seixas) – Raul Seixas
4. Mosca na Sopa (Raul Seixas) – Raul Seixas
Lado B
1. Albuquerque Woman (Jaime Shields) – Soma
2. P.F. (Bruce Leitman) – Soma
3. Um Dia (Bruce Leitman) – Soma
4. Medley – Chico Buarque & MPB-4
a) Pesadelo (Maurício Tapajós – Paulo Cesar Pinheiro)
b) Quando o Carnaval Chegar (Chico Buarque)
5. Bom Conselho (Chico Buarque) – Chico Buarque
6. Jorge Maravilha (Chico Buarque) – Chico Buarque

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E GARANTA JÁ O SEU.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E GARANTA JÁ O SEU.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA MAIS INFORMAÇÕES

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA MAIS INFORMAÇÕES


CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA COMPRAR.

Há exatos 29 anos, em 21 de agosto de 1989, Raul Seixas foi encontrado morto no apartamento 1003, do Edifício Aliança, na Rua Frei Caneca, em São Paulo, oito dias após seu último show, ao lado de Marcelo Nova, em 13 de agosto, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

Desde então fãs em todo o Brasil se mobilizam todos os anos para prestar homenagens ao genial Maluco Beleza entoando o famoso grito “Toca Raul!” mostrando que Raul Seixas continua mais vivo do que nunca, corroborando outro grito dos ditos raulseixista: “Raul Seixas Não Morreu!”

Para este ano não só os fãs prepararam os tradicionais eventos em todo o país. A Gravadora Eldorado acabou de lançar o CDAs Melhores do Maluco Beleza Volume 2“, um apanhado geral dos discos de Raul pelo selo incluindo uma faixa inédita. A Record Collector Brasil e 180 Selo Fonográfico reeditaram o álbum Metrô Linha 743, de 1984, numa versão de luxo expandida, em vinil de 180 gramas com riquíssima material gráfico e uma faixa bônus não lançada na época. A Polysom reeditou o álbum Krig-ha, Bandolo!, de 1973, também em vinil de 180 incluindo o encarte original e uma faixa (vinheta) misteriosa, que fecha o disco, não apresentada nas reedições e já prepara para colocar no mercado em breve o singular álbum Sociedade da Grã-Ordem Kavernista – apresenta – Sessão das 10, de 1971, também em vinil 180 gramas.

Além desses lançamentos já estão sendo preparados livros, filme com direção de Paulo Morelli, da O2 Filmes, uma Ópera Rock, exposições, outras reedições luxuosas e lançamentos de mais material inédito nos próximos anos.

Hoje acontece em São Paulo a tradicional Passeata RaulseixisticKa. Na próxima quinta-feira (23), a Globo Rio presta sua homenagem na Fundição Progresso, no projeto Mar de Culturas.

O Jornal Metro fez hoje uma publicação para relembrar os 29 anos “sem” Raul.

SOCA RAUL!

Clique na imagem acima para comprar. Edição Limitada.

Clique na imagem acima para mais informações.

Edição de hoje do Jornal Metro em PDF. Clique na imagem para baixar.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA OUVIR

 


Cartaz de um dos eventos promovidos por Serrão em Salvador, 1968.

Há pouco mais de um mês o documentário “Waldir Serrão: O Silêncio do Big Ben“, com a notável trajetória do radialista, agitador cultural e apresentador de TV Waldir Serrão, teve sua pré-estreia em Salvador, na Sala Walter da Silveira. O filme aborda o apogeu e a decadência de um ídolo que revelou muitos talentos nas tardes de sábado na década de 1970.

Hoje, sexta-feira (27), Waldir Serrão faleceu após um ataque cardíaco. Chamado carinhosamente de “Serrote” por Raul Seixas, ambos agitaram a cena rock and roll em Salvador no final da década de 1950 e fundaram aquele que seria o primeiro fã-clube de Elvis Presley no Brasil, o Elvis Rock Club, fonte de inspiração para o nome do fã-clube oficial de Raul, o Raul Rock Club.

Segundo sua filha, Silvia, Big Ben sofreu um infarto e não resistiu. Uma ambulância do Samu chegou ao local para prestar socorro, mas não conseguiu reanimar o artista.

Waldir Serrão e Raul Seixas ainda adolescentes em Salvador, BA.

O enterro acontece neste sábado (28), no cemitério Quinta dos Lázaros, Baixa de Quintas, Salvador – BA

Veja abaixo o trailer do documentário “Waldir Serrão: O Silêncio do Big Ben”

A última vez que estive com Waldir “Serrote” Serrão foi no palco***, prestando homenagem a ele, ao lado de Eládio e outros roqueiros soteropolitanos. Antes disso, durante sessões do documentário “Raul: O Início, o fim e o meio”. Respeito – e vai deixar saudade esse baixinho retado. RIP SERROTE!  SPassos, aquele…  | ***Domingo, 28 de junho de 2015, 70 anos de Raulzito. 11 da manhã, frio, chovendo e o Teatro Castro Alves completamente lotado com gente do lado de fora querendo entrar. Só Raulzito faz isso. Viva Raul! Long Live Rock and Raul!


Musical “Viva Raul” volta a São Paulo com apresentação única no Theatro NET São Paulo nesta quarta-feira (11) às 21h00.
Em cena, o ator e cantor Renato Ignácio “incorpora” Raul Seixas para interpretar os principais sucessos do Maluco Beleza.

O Tributo Musical – Viva Raul chega com uma grande homenagem ao Pai do Rock Nacional, Raul Seixas, interpretado pelo ator e músico, Renato Ignácio, que vai dar vida a Raul Seixas, através da semelhança física e vocal, sem contar com os trejeitos e figurinos, cenário e intervenções que fazem as pessoas se transportarem a um show do lendário Raul Seixas.

Neste Show será apresentado os grandes clássicos da obra de Raul Seixas tais como: Gita, Metamorfose Ambulante, Maluco Beleza, Aluga-se, Cowboy fora-da-lei, Medo da chuva, Eu nasci há dez mil anos atrás entre muitas outras.

Theatro NET SP
Rua Olimpíadas, 360
Shopping Vila Olímpia
Bilheteria: Piso Térreo



Na próxima sexta-feira, 13 de julho, a partir das 22h00, a Putos BRothers Band presta homenagem a Raul Seixas no Boteco do Barão em Indaiatuba. I M P E R D Í V E L !

Valor Único: $10 (para reservas feitas pelo WhatsApp – (19) 99138-5542)
Na portaria no dia do evento: $15

Boteco do Barão
Rua Humaitá, 700
Centro
Indaiatuba – SP
Tel: (19) 2516-6220

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/2054919464789583/

Reedição Super Luxo em LP 180 gramas do álbum Metrô Linha 743 em edição limitada. Garanta logo o seu clicando nas imagens abaixo antes que se esgote.


O aniversário é de Raulzito Rock Seixas, mas o presente vai para os ditos “raulseixistas”, fãs incondicionais do Maluco Beleza, o maior ícone do Rock Brasileiro.

Comemorando o aniversário de RAUL SEIXAS (e do próprio disco), o álbum “Metrô Linha 743” está ganhando uma reedição expandida em vinil. O LP foi prensado em 180 gramas e conta com a faixa bônus “Anarkilópolis” (pela primeira vez em vinil), capa dupla (gatefold), dois encartes (o original de época, mais o release enviado para a imprensa em 1984) e um livreto de 28 páginas repleto de depoimentos e ilustrado com mais de 50 imagens inéditas. A venda acontece exclusivamente pelo site dos selos 180 Selo Fonográfico e Record Collector Brasil:
https://selo180.com
https://www.recordcollector.com.br

Raul Seixas: Metrô Linha 743 ganha reedição de luxo em vinil

Nova versão do LP conta com faixa bônus, encartes e um livreto de 28 páginas.

Os selos independentes Record Collector Brasil & 180 Selo Fonográfico estão relançando Metrô Linha 743 (1984), um dos títulos mais clássicos da discografia de Raul Seixas. A nova versão do álbum chega em uma luxuosa versão expandida em vinil de 180 gramas, com encartes e uma faixa bônus.
A música “Anarkilópolis”, gravada durante as sessões de 1984, permaneceu por anos nos arquivos da gravadora. Em 2003, foi resgatada e lançada em CD, mas somente agora chega no formato analógico. Outra novidade da reedição é a capa dupla (gatefold), com uma fotografia inédita do roqueiro feita por Felipe Taborda. O encarte original, com todas as letras e ficha técnica completa, é reproduzido fielmente. O novo LP conta também com o release enviado para a imprensa em 1984.
Um dos principais destaques da nova versão de Metrô Linha 743 é um livreto de 28 páginas. A publicação, repleta de depoimentos, revela os bastidores do disco e é ilustrada com mais de 50 imagens inéditas. A pesquisa consumiu meses de trabalho dos realizadores. Segundo Fred Cesquim, do selo Record Collector Brasil, a intenção nunca foi reembalar um produto já existente, mas sim expandir a obra do artista. Rodrigo de Andrade, do 180 Selo Fonográfico, afirma que na era do streaming, a sonoridade e os suportes físicos da reedição fazem da audição do vinil uma experiência única.
Da discografia de Raul Seixas na década de 1980, Metrô Linha 743 talvez seja o título mais emblemático. Lançado pela Som Livre em 1984, para muitos é o último grande álbum da carreira do roqueiro baiano. É um trabalho conceitual. Raul tinha uma proposta bem definida para a sonoridade, para as letras e até para a identidade visual: um disco em preto e branco, cru, despojado de superproduções.
O lançamento acontece no dia 28 de junho, data em que o artista completaria 73 anos de idade. Coincidentemente, no dia seguinte, 29 de junho, o disco completa 34 anos de lançamento.
A venda da versão expandida de Metrô Linha 743 acontece exclusivamente pelos sites dos selos que realizam o lançamento.
180 Selo Fonográfico: https://selo180.com
Record Collector Brasil: http://recordcollector.com.br



Há 34 anos, mais precisamente no dia 29 de junho de 1984, chegava às lojas de discos em todo o Brasil o LP “Metrô Linha 743”, um dia após Raul Seixas completar 39 anos de idade.

Para celebrar o aniversário dos 73 anos de nascimento de Raul Seixas, além dos eventos listados no final deste artigo, a Record Collector Brasil e o Selo 180 estão lançando, em edição limitada e numerada (500 LPs pretos e 500 LPs transparentes), o álbum Metrô Linha 743 numa caprichada e inédita reedição comemorativa Super Luxo com um tratamento digno, semelhante ao que se observa em reedições realizadas no exterior, com capa dupla, reprodução fiel do encarte e do release promocional que acompanharam a primeira edição lançada em 1984 e uma faixa bônus: a primeira versão de “Cowboy Fora da Lei!”, ou seja, “Anarkilópolis”, cuja gravação original aconteceu durante as sessões de Metrô Linha 743. É a primeira vez que essa música é lançada em vinil. E a coisa não pára por aí. Acompanha ainda um livreto especial formato LP com 24 páginas cheio de depoimentos e informações novas, ilustrado com imagens inéditas, para que fãs, pesquisadores e colecionadores possam mergulhar em todo o processo de criação e gravação do álbum. Enfim, um lançamento imperdível, mesmo para aqueles que tem em sua coleção, pois trata-se de uma edição ampliada.

A pré venda será no próximo dia 28 apenas nos sites da Record Collector Brasil e Selo 180.

EVENTOS EM TODO O BRASIL CELEBRAM OS 73 ANOS DE NASCIMENTO DO MALUCO BELEZA
Basta clicar nas imagens abaixo para obter mais informações sobre os eventos.


Lá vem uma novidade quentíssima: Imagens inéditas de Raulzito no palco!

O documentário “Som, Sol e Surfe – Saquarema 76 do diretor Helio Pitanga, em associação com a Elixir Entretenimento (produtora do documentário Raul: O Início, O Fim e O Meio) estréia no IN-EDITBRASIL, 10º Festival Internacional do Documentário Musical, em São Paulo, neste final de semana.

Em meio a um campeonato de surf na praia de Saquarema, Raul Seixas, Angela Rô Rô, Made In Brazil, Rita Lee & Tutti Frutti entre outros, se revezaram no palco em atuações antológicas nesse belo e caótico festival de rock. Todo o material ficou perdido durante décadas, até ser recuperado para contar esse capítulo marcante da história do rock brasileiro. ( http://www.somsolsurf.com.br/ )

Não percam as exibições programadas abaixo:
09/06 – 21h – Cinesesc*
10/06 – 18h – Spcine Olido
12/06 – 19h30 – Matilha Cultural

Festival de Surfe de Saquarema
Local: Itaúna, Saquarema (RJ)
Data: 21 a 23 de maio de 1976

Informações complementares:
Foi a segunda edição da competição em Saquarema.
Nelson Motta organizou um festival de música – Som, Sol e Surf – que reuniu público de 30 a 40 mil pessoas; considerado o “Woodstock brasileiro”. Houve apresentações de Raul Seixas, Bixo da Seda, Made in Brazil, Rita Lee & Tutti Frutti, Flamboyant, Ângela Rô Rô, Ronaldo Rosedá y Banda e Flavio y Spiritu Santo.
Segundo a revista Música (nº 2, julho/1976), “com cerca de dez mil habitantes, Saquarema foi sacudida de repente por 40 mil pessoas, de muitos lugares diferentes, atraídos por dois grandes acontecimentos: o 2º Campeonato de Surf, que escolheu um campeão para representar o Brasil no Havaí, e o 1º Festival de Rock (…) Rita Lee só chegou no domingo, de avião, e encerrou o festival (…) com o lançamento de músicas do novo LP (Entradas e Bandeiras) (…) Raul Seixas apresentou-se no sábado, fez uma apologia ao diabo e um discurso que sacudiu a multidão.”

*** Papo no backstage com (retirado de uma velha, e bota velha nisso, fita K7)
1) Ângela Rô Rô
2) Okky de Souza (Revista Pop)
3) Lucinha Turnbull
4) Ezequiel Neves
5) Rita Lee
6) Oswaldo e Celso e Ezequiel Neves (Made In Brzil)
7) Tony Osanah


Uma noite que vai além do “Toca Raul!”

Sylvio Passos & Lon Amorim prestam uma homenagem diferenciada a Raul Seixas…

A proposta do evento e apresentar de forma dinâmica a trajetória de Raul Seixas com videos, áudios, bate-papo com Sylvio Passos e musica ao vivo com Lon Amorim.

Sylvio Passos, detentor do maior acervo de objetos pessoais de Raul Seixas, fundador do Raul Rock Club/Raul Seixas Oficial Fa-Clube (1981), alem de esclarecer duvidas sobre a vida e obra do Maluco Beleza, apresenta algum item que pertenceu a Raul Seixas, durante seu bate papo com o público presente.

A disposição do evento se dividade na seguinte forma:

1) Abertura com vídeos apresentando entrevistas, clipes e shows de Raul Seixas.
2) Arquivos de áudios com gravações raras de Raul Seixas.
3) Show com Lon Amorim com repertorio constando apenas musicas de Raul Seixas tendo, em alguns momentos, a participação de Sylvio Passos na gaita.
4) Bate papo com Sylvio Passos respondendo perguntas feitas pelo público presente sobre a vida e obra de Raul Seixas.

A duração do evento gira em torno 3 a 4 horas conforme disposição acima.

Ingressos antecipados pelo whatsapp: (12) 9.8268-0678
Ingresso individual: R$ 10,00 (no dia do evento 15,00)
Mesa para 4 pessoas: R$ 60,00 (somente antecipado)
*O ingresso individual não dá direito a mesa*

Sábado, 9 de junho de 2018
21h00
Sobradinho Bar
Rua Volans, 1010
Jardim Satélite
São José dos Campos/SP
TEL: (12) 98268-0678

EVENTO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/186846238622122/

E SOCA RAUL!

#raulseixas


Elvis delBagno dedicou quatro anos na produção do longa ‘Um Conto de Batman: Na Psicose do Ventríloquo’, premiado em vários festivais internacionais.

BATMAN FAN FILM: A Batman’s Tale: (Um Conto De Batman: Na Psicose Do Ventriloquo)

….
Leia artigo acessando http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cultura/cinema/noticia/2018/02/22/diretor-brasileiro-da-vida-a-um-batman-que-sofre-ao-som-de-raul-seixas-328848.php


Raul Seixas ganhará cinebiografia da produtora O2 Filmes
Toca Raul!
Felipe Ribeiro (Portal Terra)

Icônico cantor e compositor brasileiro, Raul Seixas vai ganhar uma cinebiografia que será realizada pela produtora de Fernando Meirelles, a O2 Filmes. O acordo para realizar o filme sobre o músico criador da canção “Sociedade Alternativa” foi fechado com a viúva dele, Kika Seixas. A direção ficará nas mãos de Paulo Morelli ( Malasartes e o Duelo com a Morte , Entre Nós, Cidade dos Homens ).

Ainda sem roteiro definido, Kika opinou em entrevista a uma coluna do jornal O Globo qual o período da vida do cantor ela acha mais interessante de ser abordado. “Acho que a fase mais fascinante do Raul, que engloba conquistas, derrotas e muito drama, começa com ele criança, na Bahia, até o ano de 1973, quando grava o disco ‘Krig-ha, Bandolo'”, afirmou.

Sem previsão para iniciar as filmagens e sem data de lançamento, a cinebiografia será a segunda obra que traz Raul como foco da narrativa. Em 2012, o músico foi tema do documentário Raul – O Início, o Fim e o Meio , realizado por Walter Carvalho, Evaldo Mocarzel e Leonardo Gudel — longa considerado um dos 100 melhores documentários brasileiros de todos os tempos pela Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

IN: Portal Terra

Amanhã, sexta-feira, às 21h00 na Top Web TV muito papo sobre Raul Rock Seixas em entrevista com Sylvio Passos.
Acompanhe ao vivo direto do site da Top Web TV.