Arquivo da categoria ‘Video’


Fãs de Raul Seixas em todo o Brasil e até em outros países já começam se organizar para prestar homenagens ao Maluco Beleza por conta do 30º ano de sua morte que se dará em 21 de agosto de 2019.

O grupo Clinica Tobias, liderado pela professora Gabriela Mousse, organizou aquela que será a 1ª Passeata Raulseixisicka de Mauá, município da Região Metropolitana de São Paulo, região do ABC Paulista, na Zona Sudeste da Grande São Paulo. Idealizada nos mesmos moldes da já tradicional Passeata Raulseixisticka de São Paulo, que acontece sempre em 21 de agosto, data da morte de Raul Seixas, a Passeata Raulseixisticka de Mauá acontecerá sempre em 2 de novembro, feriado de finados, dai o título do evento do Dia da Saudade, música gravada por Raulzito em 1976 fazendo referência ao Dia da Saudade, comemorado anualmente em 30 de janeiro no Brasil.

O evento é gratuito e todos os fãs e curiosos estão convidados. Confira abaixo a programação.

Concentração: Rota 66 a partir das 14h00 – Av. Dom José Gaspar,102 ao lado da estação de Trem.
Saída às 18h00 em direção ao Mossoró Bar – Av. Barão de Mauá, 983 com chegada prevista para 18h30.

18h30 – Banda Ecologia com 36 anos de estrada liderada por Mauro Ross.
19h50 – Cléber Boaro – Apresentador do programa na Rádio WEB Epaminondas dedicado à Raul Seixas.
21h00 – Banda Cachorro Urubu com repertório diferenciado.
22:00 – Jon Murari – Ex líder da banda Corcel 73 com uma forte atenção para o lado B de Raul Seixas.
23:00 – Deni Campos – Conhecido músico da região, que terá a missão de adentrar a madrugada com voz e violão.

Se O Rádio Não Toca – Podcast – Podcast sobre a vida e obra de Raul Seixas, Com participação de Gabriela Mousse e Leonardo Mirio. Também tem anúncio da passeata que será realizada no dia 02/11/2018 em Mauá e dos lançamentos dos livros escritos por Mirio.
Para saber mais detalhes basta ouvir o bate-papo cabeça.

 

ABAIXO OUTRAS ATRAÇÕES EM HOMENAGEM A RAUL SEIXAS DURANTE ESSE MÊS DE NOVEMBRO.

Sexta-feira, 9 de novembro, 20h00, Putos BRothers Band em Itaquera, Zona Leste de São Paulo
Sylvio Passos e sua Putos BRothers Band apresentam repertório blues e rock variado nacional & internacional e um bloco especial em homenagem ao Maluco Beleza.

Sentinela Rock Bar
Rua Padre Viegas de Menezes, 145
Centro de Itaquera – São Paulo/SP
Tel: (11) 2056-3877
facebook.com/sentinelarockbar

Sábado, 10 de novembro – Guarulhos/SP

“Mitos e Verdades sobre Raul Seixas” com Sylvio Passos e Leonardo Mirio no Projeto JORNALISMO EM MOVIMENTO – Combate às Fake News, iniciativa da DeMello Consultoria, Truckvan e Grupo Band Rádios.

Especialistas em checagem de fatos, jornalistas e autoridades dos mais diversos assuntos participarão de debates na carreta e ficarão à disposição para esclarecer dúvidas da população sobre temas variados. Entre as pautas confirmadas, destaque para “Mitos e Verdades sobre Raul Seixas” no dia 10 de novembro, das 16h às 17h, com as participações de Sylvio Passos, amigo do cantor baiano e fundador do Raul Rock Club, fã-clube oficial do Maluco Beleza, e do escritor Leonardo Mirio, autor dos livros “Raul Nosso de Cada Um” e “Raul Seixas: O Eco de Suas Palavras”.

As Rádios Bandeirantes e BandNews FM transmitirão alguns programas ao vivo direto da Unidade Móvel.
Fotos meramente ilustrativas (Projeto 3D)

10 DE NOVEMBRO – Das 16h00 às 17h00 – GRÁTIS
Parque Bosque Maia
Guarulhos/SP

Domingo, 11 de novembro de 2018, à partir das 16h00, vai rolar em Campinas, no tradicional Bar de Vidro, a versão ao vivo do programa “Pergunte ao Carimbador Maluco” com Sylvio Passos respondendo tudo sobre a vida e obra de Raul Seixas. Evento imperdível para os fãs do Maluco Beleza de Campinas e adjacências
Se você não conhece o programa, veja todos os episódios da primeira temporada acessando o link abaixo.
https://raulsseixas.wordpress.com/pergunte-ao-carimbador-maluco/

Bar de Vidro
Av. Joaquim Vilac, 170
Vila Teixeira
Campinas/SP
Tel: (19) 99945-6600
facebook.com/vandrepiratahotmail

De 15 a 20 de novembro Putos BRothers em Santa Catarina.
Quinta-feira, 15 de novembro – 18h00
Putos BRothers na Sede dos Lixões Moto Clube
Av. das Torres, 298
Palhoça/SC
https://www.facebook.com/lixoes.mc/

Sábado, 17 de novembro, à partir das 16h00 show TOCA RAUL NO HOSTEL!
Natural Hostel
Av das Rendeiras, 1118
Lagoa da Conceição
Florianópolis/SC
(48) 3733-6223
facebook.com/events/2003448533044624/
http://naturalhostel.com.br/

De 29 de novembro à 3 de dezembro Sylvio Passos no Paraná (Curitiba e Ponta Grossa) participando de shows e eventos comemorando os 10 anos da Paranóia Banda junto a convidados especias e a turma toda do GARC – Geração Alternativa Rock Clube.

Entrevista com Sylvio Passos e Carlos Capone na 66 Brasil FM em 18 de outubro de 2018

 

Entrevista com Sylvio Passos e Agnaldo Araújo na Capela FM – Vinhedo/SP em 21 de outubro de 2018

Anúncios

Com fragmentos de carta de Raul Seixas para ex-mulher, Sandrera lança videoclipe de “Querida Kika”
Por João Depoli

“Hoje mamãe e eu acordamos emocionadas não só com a música, mas com clipe do músico Sandrera, que deu vida a uma carta que meu pai escreveu pra minha mãe quando já estavam separados,” publicou a filha do gigante Raul Seixas, Vivi, sobre “Querida Kika”—nova música do cantor e compositor capixaba Sandrera.

Com um arranjo composto pelo músico, a canção utiliza o texto da carta enviada por Raul à sua ex-mulher em janeiro de 1989 (poucos meses antes da morte do cantor). “Minha singela homenagem, mas de coração. Está ai o resultado do meu encontro com a carta,” comenta Sandrera sobre o videoclipe oficial da canção que lançou na noite de ontem (23).

O registro é o resultado de um trabalho que teve início ainda em 2014, quando o músico se deparou com a carta pela primeira vez. “Uma avalanche de sentimentos desmoronou em mim naquele momento. Saudades, choro, questionamentos, despencaram em mim, pois muito do que o Raul escreveu na carta, era o que eu sentia naquele momento,” desabafa Sandrera sobre o que lhe ocorreu durante a leitura daquele melancólico e comovente texto.

“Confesso: chorei de saudades suas hoje, ao ouvir as fitas de Elvis que você me mandou. A minha solidão aqui ultimamente tem sido dolorosa, mas que jeito? Eu desejava estar com você e nossa filha”
Com seu violão em mãos, o músico garante que arriscou um acorde e sua decisão se provou certeira: a música rapidamente estava pronta. “Era como se a canção [estivesse] ali na carta esse tempo todo e eu a enxerguei chorando um pouquinho,” comenta. Depois disso, ele só precisava entrar em contato com Kika e sua filha, Vivi—e foi isso que ele fez.

“Levei um tempo, tomei coragem e entrei em contato com a Vivi pelo Facebook. Entrei em estúdio com meu compadre Ded Bonfim, que produziu e fez uma [guitarra] linda para a canção,” lembra. “Numa tarde, em conversa com o Ademir Ribeiro e a Moustache Produção Artística, combinamos um [videoclipe], e em uma visita ao Did Art, decidimos filmar tudo em sua casa.”

Assista abaixo ao resultado desses últimos quatro anos de trabalho.

Atenção Galera de Sampa Rock and Roll City!
No próximo sábado, 20 de outubro de 2018, vai rolar uma mega festa em homenagem a Raul Seixas com Dylan Seixas & Putos BRothers Band e o performer ArySeixista. I M P E R D Í V E L !

A Correta Park Eventos
R. Capitão Rubens, 598
Parque Edu Chaves
São Paulo – SP

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1998725683507823/

Raul Seixas: Sylvio Passos guarda com carinho primeiro violão do músico



Raul Seixas foi o artista homenageado pelo evento Mar de Culturas, da Globo, em 23 de agosto na Fundição Progresso, no Rio.

No espaço da Fundição Progresso, na região central do Rio, rolou um bate-papo sobre o legado deixado pelo cantor e compositor. Mediado pelo jornalista e apresentador Guilherme Guedes contar com a presença de Kika Seixas, produtora e ex-mulher de Raul Seixas, do escritor, músico, compositor e fundador do fã clube oficial do artista, Sylvio Passos, e Toninho Buda, amigo de Raul e estudioso de temas esotéricos, religiosos e polítocos na obra do Maluco Beleza.

A participação musical ficou por conta de Rick Ferreira, guitarrista considerado “fiel escudeiro” de Raul Seixas, que fez um show tributo interpretando os sucessos “Quando acabar o maluco sou eu”, “Gita”, “Carpinteiro do universo”, “Ouro de tolo”, “Sociedade alternativa” e “Maluco beleza”.

Mar de Culturas: homenagem a Raul Seixas na Fundição Progresso
Bate-papo contou com a participação de Guilherme Guedes, Kika Seixas, Sylvio Passos, Rick Ferreira e Toninho Buda.
https://globoplay.globo.com/v/7029692/
Rede Globo – Homenagem a Raul Seixas – Mar de Culturas – Fundição Progresso, Rio


Em 10 de dezembro de 1973, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, acontecia o show O Banquete dos Mendigos em homenagem aos 25 anos daDeclaração Universal dos Direitos Humanos um encontro histórico com artistas brasileiros entre eles, Raul Seixas.

Com produção de Jards Macalé e Xico Chaves, além de Raul, estavam presentes no evento Chico Buarque e MPB 4, Gal Costa, Jorge Mautner, Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Dominguinhos, Luiz Melodia, Edu Lobo, Pedro dos Santos, Johnny Alf, Soma e Edison Machado. Foi lá, inclusive, que Chico Buarque cantou pela primeira vez em público a polêmica “Jorge Maravilha”, provavelmente o maior rock n’ roll que Chico já gravou em sua vida.

Pela primeira vez em LP 180gr fabricado na Argentina com prensas da alemã Newbilt Machinery um documento histórico para fãs, pesquisadores e colecionadores, a íntegra do showDireitos Humanos no Banquete dos Mendigos“, os registros integrais direto dos tapes originais, guardados por Macalé por 40 anos – até serem finalmente revisitados para este projeto único em edição limitadíssima.

Raul Seixas aparece no volume 3 da coleção e toma conta de todo o Lado A do LP. O Lado B abre com um raro registro do Grupo Soma, banda de puro rock and roll Inglês que teve o cantor Ritchie entre seus integrantes e fecha com o genial Chico Buarque acompanhado do MPB-4. Veja abaixo o repertório completo do Volume 3.

SHOW DIREITOS HUMANOS NO BANQUETE DOS MENDIGOS VOL. 3
Lado A
1. Medley – Raul Seixas
a) Al Capone (Raul Seixas – Paulo Coelho)
b) Prelúdio (Raul Seixas)
2. Cachorro Urubu (Raul Seixas – Paulo Coelho) – Raul Seixas
3. Ouro de Tolo (Raul Seixas) – Raul Seixas
4. Mosca na Sopa (Raul Seixas) – Raul Seixas
Lado B
1. Albuquerque Woman (Jaime Shields) – Soma
2. P.F. (Bruce Leitman) – Soma
3. Um Dia (Bruce Leitman) – Soma
4. Medley – Chico Buarque & MPB-4
a) Pesadelo (Maurício Tapajós – Paulo Cesar Pinheiro)
b) Quando o Carnaval Chegar (Chico Buarque)
5. Bom Conselho (Chico Buarque) – Chico Buarque
6. Jorge Maravilha (Chico Buarque) – Chico Buarque

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E GARANTA JÁ O SEU.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E GARANTA JÁ O SEU.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA MAIS INFORMAÇÕES

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA MAIS INFORMAÇÕES


Cartaz de um dos eventos promovidos por Serrão em Salvador, 1968.

Há pouco mais de um mês o documentário “Waldir Serrão: O Silêncio do Big Ben“, com a notável trajetória do radialista, agitador cultural e apresentador de TV Waldir Serrão, teve sua pré-estreia em Salvador, na Sala Walter da Silveira. O filme aborda o apogeu e a decadência de um ídolo que revelou muitos talentos nas tardes de sábado na década de 1970.

Hoje, sexta-feira (27), Waldir Serrão faleceu após um ataque cardíaco. Chamado carinhosamente de “Serrote” por Raul Seixas, ambos agitaram a cena rock and roll em Salvador no final da década de 1950 e fundaram aquele que seria o primeiro fã-clube de Elvis Presley no Brasil, o Elvis Rock Club, fonte de inspiração para o nome do fã-clube oficial de Raul, o Raul Rock Club.

Segundo sua filha, Silvia, Big Ben sofreu um infarto e não resistiu. Uma ambulância do Samu chegou ao local para prestar socorro, mas não conseguiu reanimar o artista.

Waldir Serrão e Raul Seixas ainda adolescentes em Salvador, BA.

O enterro acontece neste sábado (28), no cemitério Quinta dos Lázaros, Baixa de Quintas, Salvador – BA

Veja abaixo o trailer do documentário “Waldir Serrão: O Silêncio do Big Ben”

A última vez que estive com Waldir “Serrote” Serrão foi no palco***, prestando homenagem a ele, ao lado de Eládio e outros roqueiros soteropolitanos. Antes disso, durante sessões do documentário “Raul: O Início, o fim e o meio”. Respeito – e vai deixar saudade esse baixinho retado. RIP SERROTE!  SPassos, aquele…  | ***Domingo, 28 de junho de 2015, 70 anos de Raulzito. 11 da manhã, frio, chovendo e o Teatro Castro Alves completamente lotado com gente do lado de fora querendo entrar. Só Raulzito faz isso. Viva Raul! Long Live Rock and Raul!


Musical “Viva Raul” volta a São Paulo com apresentação única no Theatro NET São Paulo nesta quarta-feira (11) às 21h00.
Em cena, o ator e cantor Renato Ignácio “incorpora” Raul Seixas para interpretar os principais sucessos do Maluco Beleza.

O Tributo Musical – Viva Raul chega com uma grande homenagem ao Pai do Rock Nacional, Raul Seixas, interpretado pelo ator e músico, Renato Ignácio, que vai dar vida a Raul Seixas, através da semelhança física e vocal, sem contar com os trejeitos e figurinos, cenário e intervenções que fazem as pessoas se transportarem a um show do lendário Raul Seixas.

Neste Show será apresentado os grandes clássicos da obra de Raul Seixas tais como: Gita, Metamorfose Ambulante, Maluco Beleza, Aluga-se, Cowboy fora-da-lei, Medo da chuva, Eu nasci há dez mil anos atrás entre muitas outras.

Theatro NET SP
Rua Olimpíadas, 360
Shopping Vila Olímpia
Bilheteria: Piso Térreo



Na próxima sexta-feira, 13 de julho, a partir das 22h00, a Putos BRothers Band presta homenagem a Raul Seixas no Boteco do Barão em Indaiatuba. I M P E R D Í V E L !

Valor Único: $10 (para reservas feitas pelo WhatsApp – (19) 99138-5542)
Na portaria no dia do evento: $15

Boteco do Barão
Rua Humaitá, 700
Centro
Indaiatuba – SP
Tel: (19) 2516-6220

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/2054919464789583/

Reedição Super Luxo em LP 180 gramas do álbum Metrô Linha 743 em edição limitada. Garanta logo o seu clicando nas imagens abaixo antes que se esgote.


Lá vem uma novidade quentíssima: Imagens inéditas de Raulzito no palco!

O documentário “Som, Sol e Surfe – Saquarema 76 do diretor Helio Pitanga, em associação com a Elixir Entretenimento (produtora do documentário Raul: O Início, O Fim e O Meio) estréia no IN-EDITBRASIL, 10º Festival Internacional do Documentário Musical, em São Paulo, neste final de semana.

Em meio a um campeonato de surf na praia de Saquarema, Raul Seixas, Angela Rô Rô, Made In Brazil, Rita Lee & Tutti Frutti entre outros, se revezaram no palco em atuações antológicas nesse belo e caótico festival de rock. Todo o material ficou perdido durante décadas, até ser recuperado para contar esse capítulo marcante da história do rock brasileiro. ( http://www.somsolsurf.com.br/ )

Não percam as exibições programadas abaixo:
09/06 – 21h – Cinesesc*
10/06 – 18h – Spcine Olido
12/06 – 19h30 – Matilha Cultural

Festival de Surfe de Saquarema
Local: Itaúna, Saquarema (RJ)
Data: 21 a 23 de maio de 1976

Informações complementares:
Foi a segunda edição da competição em Saquarema.
Nelson Motta organizou um festival de música – Som, Sol e Surf – que reuniu público de 30 a 40 mil pessoas; considerado o “Woodstock brasileiro”. Houve apresentações de Raul Seixas, Bixo da Seda, Made in Brazil, Rita Lee & Tutti Frutti, Flamboyant, Ângela Rô Rô, Ronaldo Rosedá y Banda e Flavio y Spiritu Santo.
Segundo a revista Música (nº 2, julho/1976), “com cerca de dez mil habitantes, Saquarema foi sacudida de repente por 40 mil pessoas, de muitos lugares diferentes, atraídos por dois grandes acontecimentos: o 2º Campeonato de Surf, que escolheu um campeão para representar o Brasil no Havaí, e o 1º Festival de Rock (…) Rita Lee só chegou no domingo, de avião, e encerrou o festival (…) com o lançamento de músicas do novo LP (Entradas e Bandeiras) (…) Raul Seixas apresentou-se no sábado, fez uma apologia ao diabo e um discurso que sacudiu a multidão.”

*** Papo no backstage com (retirado de uma velha, e bota velha nisso, fita K7)
1) Ângela Rô Rô
2) Okky de Souza (Revista Pop)
3) Lucinha Turnbull
4) Ezequiel Neves
5) Rita Lee
6) Oswaldo e Celso e Ezequiel Neves (Made In Brzil)
7) Tony Osanah


Uma noite que vai além do “Toca Raul!”

Sylvio Passos & Lon Amorim prestam uma homenagem diferenciada a Raul Seixas…

A proposta do evento e apresentar de forma dinâmica a trajetória de Raul Seixas com videos, áudios, bate-papo com Sylvio Passos e musica ao vivo com Lon Amorim.

Sylvio Passos, detentor do maior acervo de objetos pessoais de Raul Seixas, fundador do Raul Rock Club/Raul Seixas Oficial Fa-Clube (1981), alem de esclarecer duvidas sobre a vida e obra do Maluco Beleza, apresenta algum item que pertenceu a Raul Seixas, durante seu bate papo com o público presente.

A disposição do evento se dividade na seguinte forma:

1) Abertura com vídeos apresentando entrevistas, clipes e shows de Raul Seixas.
2) Arquivos de áudios com gravações raras de Raul Seixas.
3) Show com Lon Amorim com repertorio constando apenas musicas de Raul Seixas tendo, em alguns momentos, a participação de Sylvio Passos na gaita.
4) Bate papo com Sylvio Passos respondendo perguntas feitas pelo público presente sobre a vida e obra de Raul Seixas.

A duração do evento gira em torno 3 a 4 horas conforme disposição acima.

Ingressos antecipados pelo whatsapp: (12) 9.8268-0678
Ingresso individual: R$ 10,00 (no dia do evento 15,00)
Mesa para 4 pessoas: R$ 60,00 (somente antecipado)
*O ingresso individual não dá direito a mesa*

Sábado, 9 de junho de 2018
21h00
Sobradinho Bar
Rua Volans, 1010
Jardim Satélite
São José dos Campos/SP
TEL: (12) 98268-0678

EVENTO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/186846238622122/

E SOCA RAUL!

#raulseixas


Elvis delBagno dedicou quatro anos na produção do longa ‘Um Conto de Batman: Na Psicose do Ventríloquo’, premiado em vários festivais internacionais.

BATMAN FAN FILM: A Batman’s Tale: (Um Conto De Batman: Na Psicose Do Ventriloquo)

….
Leia artigo acessando http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cultura/cinema/noticia/2018/02/22/diretor-brasileiro-da-vida-a-um-batman-que-sofre-ao-som-de-raul-seixas-328848.php


Raul Seixas ganhará cinebiografia da produtora O2 Filmes
Toca Raul!
Felipe Ribeiro (Portal Terra)

Icônico cantor e compositor brasileiro, Raul Seixas vai ganhar uma cinebiografia que será realizada pela produtora de Fernando Meirelles, a O2 Filmes. O acordo para realizar o filme sobre o músico criador da canção “Sociedade Alternativa” foi fechado com a viúva dele, Kika Seixas. A direção ficará nas mãos de Paulo Morelli ( Malasartes e o Duelo com a Morte , Entre Nós, Cidade dos Homens ).

Ainda sem roteiro definido, Kika opinou em entrevista a uma coluna do jornal O Globo qual o período da vida do cantor ela acha mais interessante de ser abordado. “Acho que a fase mais fascinante do Raul, que engloba conquistas, derrotas e muito drama, começa com ele criança, na Bahia, até o ano de 1973, quando grava o disco ‘Krig-ha, Bandolo'”, afirmou.

Sem previsão para iniciar as filmagens e sem data de lançamento, a cinebiografia será a segunda obra que traz Raul como foco da narrativa. Em 2012, o músico foi tema do documentário Raul – O Início, o Fim e o Meio , realizado por Walter Carvalho, Evaldo Mocarzel e Leonardo Gudel — longa considerado um dos 100 melhores documentários brasileiros de todos os tempos pela Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

IN: Portal Terra

Amanhã, sexta-feira, às 21h00 na Top Web TV muito papo sobre Raul Rock Seixas em entrevista com Sylvio Passos.
Acompanhe ao vivo direto do site da Top Web TV.

 


Você ainda pode sonhar. Sonho que se sonha junto é realidade.**

Contrato de Raulzito e Os Panteras com a EMI Odeon assinado em 25 de setembro de 1967. Clique para ampliar.

Em 25 de setembro de 1967, o sonho dos quatro garotos soteropolitanos de gravar um disco por uma grande gravadora tornou-se realidade, foi nessa data que Raulzito, Eládio, Carleba e Mariano assinaram contrato com a EMI Odeon, a gravadora dos Beatles, banda inglesa que tanto influenciara Raulzito e seus companheiros.

Contrato de Raulzito e Os Panteras

Contrato de Raulzito e Os Panteras com a EMI Odeon assinado em 25 de setembro de 1967. Clique para ampliar.

A paixão de Raulzito pelo rock and roll se iniciou praticamente na mesma época em que o ritmo jovem nascia nos Estados Unidos, ou seja, no início da década de 1950. Foi com uns garotos do Consulado Americano, lá em Salvador, Bahia. Elvis Presley, Little Richard, Fats Domino, Chuck Berry entre outros enlouqueceram o jovem Raulzito.

“Eu ouvia os discos de Elvis Presley até estragar os sulcos. O rock era como uma chave que abriria minhas portas que viviam fechadas. Usava camisa vermelha, gola virada para cima. As mães não deixavam as filhinhas chegarem perto de mim porque eu era torto como o James Dean. Olhava de lado, com jeito de durão. Cada vez que eu cumprimentava uma pessoa dava três giros em torno do próprio corpo. Eu era o próprio rock. Eu era Elvis quando andava e penteava o topete. Eu era alvo de risos, gracinhas, claro. Eu tinha assumido uma maneira de vestir, falar e agir que ninguém conhecia. Claro que eu não tinha consciência da mudança social que o rock implicava. Eu achava que os jovens iam dominar o mundo.” Raulzito

No entanto, até chegar a formação de Raulzito e Os Panteras, Raul fundou, em 1962, ao lado dos irmãos Délcio e Thildo Gama, o grupo Os Relâmpagos do Rock. Chegaram a se apresentar na TV Itapoan, onde foram chamados de cantores de “música de cowboy”.

Em 1964 Os Relâmpagos do Rock, com nova formação, passam a se chamar The Panthers. Foi também o ano da profissionalização definitiva e da descoberta dos Beatles. Ainda em 1964, The Panthers entra em estúdio para gravar aquela que viria a ser a primeira gravação oficial: duas músicas para serem lançadas em um compacto (“Nanny”/ “Coração Partido”) pela Astor, que acabaram ficando apenas no acetato, não sendo lançadas comercialmente. Somente em 1992, a música “Nanny” seria lançada, entre outras gravações raras, no álbum O Baú do Raul.

O grupo passou então a se chamar Raulzito e Os Panteras. Depois de comprar uma aparelhagem nova e melhor, passou a tocar em boates e em shows em que, muitas vezes, brilhavam astros da Jovem Guarda como Roberto Carlos, Wanderléa, Jerry Adriani e, Rosemary, entre outros. Seus maiores rivais são os grupos de samba e bossa nova, aquartelados no Teatro Vila Velha de um lado e do outro o Cinema Roma, que era o templo do rock and roll, organizado por Waldir Serrão, O Big Ben.

Muitas foram as formações de Raulzito e Os Panteras até chegar naquela que gravou o tão sonhado álbum para a EMI Odeon no final de 1967. Foi Jerry Adriani quem incentivou Raulzito e seus Panteras a irem tentar a sorte no Rio de Janeiro e lá foram eles. Raul, recém casado com a americana Edith Wisner, juntamente com Os Panteras desceram com malas e cuias para a Cidade Maravilhosa. Conseguiram gravar, para a EMI Odeon, o tão sonhado LP Raulzito e Os Panteras. Lançado em janeiro 1968, o disco foi ignorado tanto pela crítica quanto pelo público, chegando a ouvir do produtor artístico Carlos Imperial que eles voltassem pra Salvador, que não conseguiram nada por lá, pois no Rio existiam centenas de bandas fazendo o que eles faziam. O curioso é que o mesmo Carlos Imperial, anos depois, em 1973, declararia que Raul Seixas estava fazendo a música que o povo quer. CLIQUE AQUI E OUÇA A DECLARAÇÃO DE CARLOS IMPERIAL.

“Chegamos em fim de safra. Não entendíamos o que estava acontecendo. Agnaldo Timóteo de um lado, Gil e Os Mutantes de outro. Tocávamos coisas complicadas, minhas letras falavam de agnosticismo, essas coisas, e complicamos demais. Não tínhamos ideia do que era comercial em matéria de música em português.” Raulzito

“De um lado havia a inexperiência de quatro rapazes, recém-chegados da Bahia, falando em qualidade musical, agnosticismo, mudança de conceitos e sonhos. Do outro lado, uma multinacional que só falava em “comercial”. Talvez não tenha sido o disco que o grupo imaginara, mas nosso sonho era gravar um disco.” Eládio

CURIOSIDADES:
Em 1968, além do LP – que foi lançado em 2 versões, uma MONO e outra STEREO -, foi lançado também um compacto simples e num LP com o programa de rádio “Música e Alegria Kolynos. Programa nº 1104

A rara versão em STEREO, propriedade do fã e colecionador Adalberto Oliveira, de Manaus/AM.

A rara versão em STEREO, propriedade do fã e colecionador Adalberto Oliveira, de Manaus/AM.


Raulzito e Os Panteras nunca fizeram shows de divulgação do álbum homônimo. A única vez em que o álbum foi executado na integra com Os Panteras ao vivo foi em 2 maio de 2009 no palco TOCA RAUL! da Virada Cultural, em São Paulo.

Além das edições de 1968, outras edições foram lançadas tanto em LP, K7 e CD nas décadas de 1980 e 1990. Confira no site DISCOGS clicando aqui.

** IMAGENS: Acervo Raul Rock Club/Raul Seixas Oficial Fã-Clube


Tributo a Raul Seixas – TOCA RAUL!
Domingo, 21 de janeiro de 2018

Putos BRothers Trio
(Sylvio Passos, Agnaldo Araujo & André Lopes)

19h00 – Ingresso: R$10,00

Grão Espresso Santana
R. Voluntários da Pátria, 3558
Santana – São Paulo/SP
Telefone: (11) 2978-4420
facebook.com/graovoluntarios